Marcelo convidou o músico Jorge Palma para formar governo

Mário Botequilha 26 de Outubro de 2021

António Costa já tinha citado uma cantiga de Jorge Palma, a propósito do Orçamento, e só lhe faltou martelá-la num xilofone. Esta tarde, no Parlamento, Telmo Correia voltou a citar a mesma cantiga depois de ter pedido autorização superior ao Chicão para referir um indivíduo que não aprecia o FMI. Marcelo, sempre atento, e face à unanimidade do artista da esquerda à direita, resolveu a crise política em três tempos: convidou Jorge Palma para formar um governo de iniciativa presidencial. “Preferia a Dra. Beyoncé, mas vamos a isso”, refere uma nota do PR. Amanhã há mais discussão orçamental e Pedro Nuno Santos leva miniaturas de coco para todos.

Tópicos

Últimas

Do arquivo