Novo Presidente da CP vai ser um monge budista capaz de ficar 2 anos a aguardar serenamente e em silêncio que o ministro João Leão assine as papeladas

João Henrique 1 de Outubro de 2021

À revelia do ministro Pedro Nuno Santos, António Costa decidiu não nomear o vice e vai optar por uma solução holística para acabar de vez com o mau ambiente na CP. O ministro das Finanças está entusiasmado com a aplicação dos ensinamentos do budismo na empresa de ferrovia. “Como não há dinheiro para nada, vou buscar a elevação espiritual da CP. Enquanto o João Leão não dá o ok para sanear a gigantesca dívida da CP, eu vou ficar aqui em jejum quieto e em silêncio na posição de flor de lótus a meditar e a curtir a energia vital universal e cenas assim. O Pedro Nuno Santos tem muitos desejos, deseja que a CP tenha dinheiro para investir, muito dinheiro, ele deseja que a CP tenha muitos comboios, comboios a transportar pessoas para aqui e para ali. Ora o Budismo diz-nos que o fim do sofrimento só é conseguido pela supressão do desejo”, explicava o buda.

Tópicos

Últimas

Do arquivo