Escolas continuam abertas para não prejudicar Miguel Relvas e José Sócrates

Vítor Elias 13 de Janeiro de 2021

António Costa anunciou que afinal todas as escolas vão permanecer abertas para não comprometer o futuro de alunos como José Sócrates e Miguel Relvas que sempre pautearam as suas vidas pela simplicidade da procura do conhecimento permanente, quer fosse em filosofia francesa ou em arpejo para acordeões de ranchos folclóricos. Caso a pandemia se agrave as aulas presenciais poderão ser suspensas, levando Miguel Relvas a comprar várias televisões para seguir muitas disciplinas da Telescola ao mesmo tempo e José Sócrates a pedir um ecrã de plasma emprestado a algum amigo.

Tópicos

Últimas

Do arquivo