DGS exige que cabeças dos candidatos presidenciais estejam separadas 1,5 centímetros nos boletins de voto

Vítor Elias 30 de Dezembro de 2020

Graças Freitas já viu os boletins de voto das eleições presidenciais e não autoriza tanta cabeça junta, pelo que exige um distanciamento social de pelo menos 1,5 centímetros entre cada candidato e desenhar-lhes máscaras nas caras com corrector branco. O coordenador regional Rui Portugal sugere que as eleições presidenciais sejam substituídas por uma reunião de condomínio no patamar do Palácio de Belém.

Tópicos

Últimas

Do arquivo