Vacinação vai ser feita por ordem de chegada como nos talhos e peixarias

Vítor Elias 4 de Dezembro de 2020

O Governo falou com especialistas para e filósofos e pessoas que pensam Portugal para chegar a uma lista de pessoas prioritárias para a vacinação da Covid-19, discordou de todas, anunciou que cabe aos políticos decidir essas coisas e ninguém percebeu o que foi decidido, pelo que será instalado um dispensador de senhas à porta de cada Centro de Saúde e quem acordar mais cedo leva a pica. Caso não existam as senhas uma senhora chega à porta do Centro de Saúde e berra um número.

Tópicos

Últimas

Do arquivo