Máscara obrigatória na rua caso os transeuntes não estejam separados por automóveis mal estacionados

Vítor Elias 28 de Outubro de 2020

A partir de hoje é “obrigatório o uso de máscara na via pública, sempre que não seja possível cumprir o distanciamento físico”, ou seja, nos poucos casos em que, em Lisboa e Porto, os transeuntes não estejam devidamente separados por um automóvel estacionado com duas rodas em cima do passeio e outro automóvel estacionado ao lado desse porque o condutor só foi comprar uma raspadinha à papelaria, obrigando assim um transeunte a andar espalmado contra as paredes das casas e o outro a andar no meio da estrada como se estivesse numa manifestação da CGTP. Devem ainda usar máscara todos os condutores que estacionem e tiverem de ser aglomerar junto do único parquímetro da EMEL que funciona nas redondezas.

Tópicos

Últimas

Do arquivo