Pandemia: 71% dos alunos, incluindo José Sócrates e Miguel Relvas, não puderam fazer o Erasmus

Mário Botequilha 22 de Outubro de 2020

Dois dos nossos mais brilhantes académicos ficaram em terra e não conseguiram prosseguir os estudos no estrangeiro. Devido à praga Covid, saíram menos 71% de estudantes para o programa Erasmus+ e alguns até tiveram de ficar na casa do primo na Ericeira. O ministério confirma uma forte diminuição dos estudos lá fora de pessoas que norteiam as suas vidas “pela simplicidade da procura do conhecimento permanente”.

Tópicos

Últimas

Do arquivo