Assessor de Boris nega violação da quarentena e diz que foi desconfinamento consentido

Mário Botequilha 28 de Maio de 2020

Dominic Cummings, o assessor que despenteia o primeiro-ministro inglês com uma escumadeira de fritos e um berbequim, depois de ter violado a quarentena, negou ter violado a quarentena e garantiu que o desconfinamento foi consentido, embalado por um tinto e ao som de Barry White. Cummings acrescentou que estava farto de estar fechado em casa a ver repetições de “Zé Gato” e doido para ir à Costa da Caparica atirar protector solar em spray às alforrecas. O homem ainda conseguiu chegar a Heathrow com o chapéu de sol, o ancinho de areia e a mala térmica azul com as jolas mas foi apanhado pelo SEF lá deles.

Tópicos

Últimas

Do arquivo