Maioria dos novo casos de Covid-19 é no Vale do Tejo porque os lisboetas passaram a comer os flamingos do estuário

Vítor Elias 26 de Maio de 2020

A DGS anunciou que a maioria dos novos casos de Covid-19 surgiu na zona de Lisboa e Vale do Tejo porque os flamingos do estuário passaram a ser vendidos em “mercados húmidos” e mini-mercados suados. Os lisboetas habituaram-se a comer animais selvagens quando estes voltaram à cidade vazia durante a quarentena e a OMS já pondera a transmissão do coronavírus entre caracóis e lisboetas, devido à excessiva proximidade de uns e outros.

Tópicos

Últimas

Do arquivo