CGTP marca manifestação contra a austeridade no Santuário de Fátima

Vítor Elias 12 de Maio de 2020

O cancelamento das celebrações do dia 13 de Maio no Santuário de Fátima vai ser aproveitado pela CGTP para marcar uma jornada de luta contra a austeridade na Póvoa da Iria. Cada sindicalista vai espalhar-se milimetricamente pelo santuário e o ex-líder Arménio Carlos vai aparecer aos fieis em cima de uma azinheira para avisar que por causa da crise pode voltar o “escurinho da troika” e também o “moreninho da OMS”.

Tópicos

Últimas

Do arquivo