UEFA lança linha de apoio a corruptos que fiquem sem subornos por estarem em isolamento

Vítor Elias 19 de Março de 2020

A UEFA anunciou medidas de combate ao Covid-19, como adiar o Europeu para 2021 e lançar um conjunto de medidas para ajudar todos os dirigentes e membros da organização que, devido ao isolamento, não possam ser mensalmente subornados por príncipes dos Emirados Árabes Unidos ou presidentes da Rússia. Os dirigentes da UEFA em isolamento receberão até 65% dos subornos mensais e continuarão a não declara-los às finanças. A UEFA anunciou ainda ajuda às pequenas e médias empresas de contabilidade que deixaram de poder levar o dinheiro do futebol.

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

Tópicos

Últimas

Do arquivo