Tancos: depoimento de Costa vai ser escrito pelo INIMIGO PÚBLICO

Mário Botequilha 27 de Dezembro de 2019

O Conselho de Estado autorizou o primeiro-ministro a depor por escrito no processo do gamanço humorístico de Tancos. António Costa considera que tem de estar “ao nível da desbunda de um ministro que dizia que, no limite, não houve roubo, de um suspeito que deixa a metralha em casa da avó, de uma Área 51 da Chamusca. Vai daí, contratei por ajuste directo os argumentistas do INIMIGO PÚBLICO. É gente que não tem a criatividade doida de um Azeredo, mas foi o que se arranjou”.

Tópicos

Últimas

Do arquivo