Assunção Cristas deixa lugar de deputada para ser comandante de submarinos da Marinha

Mário Botequilha 19 de Outubro de 2019

O ADN partidário falou mais alto: Assunção Cristas não irá ocupar o lugar de deputada, para que foi eleita, no Parlamento. A ainda presidente do CDS já meteu os papéis para comandar o submarino Tridente e entra em formação na Marinha de guerra na próxima terça-feira. Nuno Melo continua a gritar com as pessoas e João Almeida está em reflexão, sobre se avança ou não para líder. Se avançar, passa amanhã no barbeiro do centro comercial para pintar mais cabelos grisalhos na barba.

Tópicos

Últimas

Do arquivo