Sócrates diz que a sua ausência das 7 Maravilhas Doces de Portugal prova que é alvo de uma perseguição

Mário Botequilha 12 de Setembro de 2019

O IP regressou à Ericeira para ouvir a indignação de José Sócrates, que se manifestou furioso por não integrar a lista final da iniciativa 7 Maravilhas Doces de Portugal. “Isto só comprova que o braço do juiz Carlos Alexandre chega à pastelaria. Fica assim exposto à saciedade, e à sociedade, que sou alvo de uma perseguição realmente horrível. Sou a bola de Berlim da política”, declarou o ex-PM. Assunção Cristas também criticou a falta de ambição das 7 Maravilhas Doces e prometeu 70 x 7 maravilhas doces quando for primeira-ministra.

Tópicos

Últimas

Do arquivo