Bárbara Vara não estranhou que o pai tivesse dois milhões de euros na Suíça porque nunca gastou dinheiro em robalos

Vítor Elias 30 de Janeiro de 2019

A filha de Armando Vara disse em tribunal que nunca estranhou que o pai tivesse depositados 2 milhões de euros na Suíça porque sempre foi uma pessoa poupadinha que nunca gastou dinheiro em robalos, dependendo, com a Blanche DuBois, da caridade de sucateiros para comer. Por cada robalo que Manuel Godinho lhe oferecia, Armando Vara depositava o valor equivalente na Suíça e acabou por depositar 1,5 milhões de euros quando o sucateiro lhe ofereceu um atum do marcado de Tóquio.

Tópicos

Últimas

Do arquivo