Portugal é o país do mundo onde as pessoas têm mais frio

João Henrique 19 de Janeiro de 2019

O país europeu com mais horas de sol por ano transforma-se durante dois ou três meses em um dos locais mais inóspitos do mundo. O frio português tem características únicas que escapam ao olhar demasiado linear dos termómetros e permitem às pessoas experienciar uma sensação térmica absolutamente inédita. “Eu já estive na Islândia, Mongólia, Cazaquistão, Canadá, Rússia e Minnesota e Alasca nos Estados Unidos. 89,2 graus Celsius negativos em Vostok, na Antártica, em 21 de julho de 1983? Eu estava lá. Nada de especial. Nada se compara ao frio de Portugal. São 4, 5, 6 graus positivos, mas é um frio completamente diferente. Eu andei de t-shirt na Sibéria com 60 graus negativos sem problemas. Aqui se saio à rua sem um gorro, umas luvas e a minha parka caio logo à cama. Deve ser da humidade ou de ser seco, não sei. Ou então da construção das casas. Lá fora nunca fiquei constipado. É que este frio aqui em Portugal entra mesmo dentro dos ossos e derruba mesmo uma pessoa”, admitiu um português.

Tópicos

Últimas

Do arquivo