Juíza deu-lhe três dias para aparecer na prisão mas Armando Vara pediu mais tempo para poder fazer as tatuagens

Mário Botequilha 14 de Janeiro de 2019

A juíza do Tribunal de Aveiro, hoje pela fresquinha, mandou Armando Vara tocar à campainha da prisão nos próximos três dias. “É apertado e vou recorrer. Preciso, no mínimo, de três meses porque quero respeitar os códigos sócio-culturais do meio prisional e aparecer por lá com tatuagens e talvez com dois piercings, um deles em zona visível”, contestou Vara, que colocou uma chamada de José Sócrates em espera para poder falar com O INIMIGO.

Tópicos

Últimas

Do arquivo