DJ que pediu à futebolista vencedora da Bola de Ouro para fazer twerk absolvido pelo Tribunal da Relação do Porto

Mário Botequilha 4 de Dezembro de 2018

Martin Solveig, o indivíduo obtuso que ontem apresentou a cerimónia da Bola de Ouro e que pediu à primeira futebolista a arrecadar o prémio que desse às ancas e fizesse o twerk, foi condenado nas redes sociais mas recorreu para o Tribunal da Relação do Porto e já foi absolvido e mandado para casa em paz. A sentença considera a futebolista Ada Hegerberg afortunada por não viver numa sociedade de há dois mil anos em que as futebolistas eram lapidadas juntamente com as adúlteras.

Tópicos

Últimas

Do arquivo