BPN: Oliveira Costa e Arlindo de Carvalho condenados a prisão, Cavaco Silva nega ter sido o mandante

Mário Botequilha 13 de Novembro de 2018

O antigo ministro Arlindo de Carvalho foi condenado a seis anos de prisão, por fraude e burla qualificada, e o antigo secretário de estado Oliveira e Costa apanhou mais 12 anos, que se juntam aos 14 anos que nunca cumpriu, também por burla qualificada. Os dois ex-governantes disseram em tribunal que a culpa era de Mustafá e Bruno, algo que parece não ter convencido o juiz. Cavaco Silva, ex-accionista de referência da SLN, de onde conseguiu miraculosamente sair a tempo despachando as acções antes que valessem menos que um tremoço, negou ao IP ter sido o mandante do BPN, como sugeriu o oficial de ligação das claques entre o PSD e a SLN.

Tópicos

Últimas

Do arquivo