Cantora Maria Leal acusada de gastar 1500 euros por mês em livros de José Sócrates

Vítor Elias 26 de Outubro de 2018

Os gastos excessivos de Maria Leal suscitaram a atenção do Ministério Público que investigou as contas da famosa soprano e descobriram que costumava estoirar 1500 euros por mês em livros de José Sócrates. Maria Leal é amiga do ex-primeiro-ministro porque gosta de homens que não se importam de manter mulheres e conheceram-se no contabilista, pois a cantora também não sabe a diferença entre o IRS e o IVA, nem entre notas de 500 euros e notas do Monopólio.

Tópicos

Últimas

Do arquivo