‘Capazes’ acham que Dina Aguiar devia despedir-se dos telespectadores com um feminista, ‘Até amanhã, se Maria Madalena quiser’

Vítor Elias 25 de Outubro de 2018

O “Até amanhã, se Deus quiser” com que a apresentadora Dina Aguiar se despede dos telespectadores suscitou fortes críticas de Fernanda Câncio que a comparou a Jair Bolsonaro e a Adolf Hitler, tendo as “Capazes” que passaram a defender o Cristiano Ronaldo e portanto tornaram-se mais moderadas aconselhado apenas um mais feminista “Até amanhã, se Nossa Senhora quiser”, “Até amanhã, se Maria Madalena quiser” ou “Até amanhã, se a Ágata que canta o Aleluia quiser”. Rita Ferro Rodrigues já recebeu um subsídio do PRODER para ir a ao Alentejo ensinar às mulheres que os homens que as cumprimentam com “bom dia” querem na realidade saltar-lhes para cima.

Tópicos

Últimas

Do arquivo