Marcelo acha que ‘é cada vez mais difícil ser-se Presidente da República’ porque nem todos sabem nadar tão bem como ele

Vítor Elias 6 de Setembro de 2018

Marcelo Rebelo de Sousa foi à Universidade de Verão do PSD explicar aos jovens que “é cada vez mais difícil ser-se Presidente da República” porque o exercício da função exige uma resistência a temperaturas da água inferiores a 15º e à capacidade mínima de nadar nos estilos bruços e mariposa, não bastando nadar “à cão” como o Marques Mendes ou boiar ao sabor das ondas como Rui Rio. Marcelo também acha que é cada vez mais difícil ser estrangeiro porque os portugueses são, segundo ele, os melhores do mundo em tido.

Tópicos

Últimas

Do arquivo