Costa diz que Nélson Évora foi um sucesso porque não morreu ninguém durante o triplo salto

João Henrique 15 de Agosto de 2018

O primeiro-ministro António Costa está radiante com mais um episódio de sucesso da governação da Geringonça. Nélson Évora alcançou no passado domingo o seu primeiro título de campeão europeu do triplo salto ao ar livre. “O Campeonato Europeu de Atletismo em Berlim foi uma operação fantástica que prova mais uma vez a excelência do executivo que lidero. A vitória de Nélson Évora não foi nada de especial. O mais importante é que não morreu ninguém. Um triplo salto de 17,10 metros é muito perigoso e arriscado, mas correu tudo bem porque desta vez apostámos na prevenção e num planeamento e colocámos no terreno o plano de segurança de forma magistral. Nos Jogos Olímpicos de 2008, Nélson Évora já tinha ganho uma medalha e também não morreu ninguém devido ao fantástico governo do Partido Socialista do qual também fiz parte. E também estou muito satisfeito porque não morreu ninguém durante a prova de marcha da Inês Henriques. 50 km e não morreu ninguém, ufa! E em Génova aconteceu aquilo. A Itália precisa de uma Geringonça”, defendeu António Costa.

Tópicos

Últimas

Do arquivo