Emoção máxima: Bruno de Carvalho deixou de ser adepto da Selecção Nacional quando o Irão empatou mas voltou a ser quando Portugal passou

Vítor Elias 25 de Junho de 2018

Jogo de emoções frente ao Irão: Bruno de Carvalho deixou de ser adepto da Selecção Nacional quando Cristiano Ronaldo falhou o penálti, voltou a ser adepto quando Portugal chegou quase ao fim a ganhar, voltou a deixar de ser adepto nacional quando o Irão empatou e voltou a ser adepto de Portugal quando o jogo acabou. Pelo meio ainda deixou de ser adepto da Espanha, de Marrocos, da equipa de arbitragem e do VAR.

Tópicos

Últimas

Do arquivo