Marcelo recusou receber carta secreta de ministro da Guiné Equatorial sobre a CPLP e mandou-o ir falar com o Camões

Mário Botequilha 29 de Maio de 2018

Conta o nosso suplemento PÚBLICO que Augusto Santos Silva recebe hoje o seu homólogo da Guiné Equatorial, que vinha a Lisboa com o objectivo de entregar uma carta secreta ao presidente da república, o que Marcelo recusou. O ministro Simeón Oyono Esono quer levar uma cimeira da CPLP para a Guiné Equatorial, e que seja o seu país a suceder a Cabo Verde, em 2020, na presidência da instituição diplomática mais estimulante desde os Jogos sem Fronteiras. Marcelo, sabe o IP, disse a Esono que Santos Silva é que trata dessa parte do serviço, pediu-lhe para passar à caixa do lado pela mesma ordem e, de caminho, para ir falar com o poeta nacional da Guiné Equatorial, o Luís Vaz.

Tópicos

Últimas

Do arquivo