Tribunal acha que Angola respeita a dignidade da pessoa humana: basta dizer que não concorre ao festival da Eurovisão

Mário Botequilha 11 de Maio de 2018

Os juízes do Tribunal da Relação de Lisboa que decidiram enviar o processo do antigo vice-presidente angolano Manuel Vicente para Angola entendem que o país é “um Estado baseado na dignidade da pessoa humana”. Segundo os magistrados, “basta dizer que o Estado angolano nunca obrigou os seus cidadãos a participar no festival das cantigas da Eurovisão ou em programas em que são insultados por grunhos de clubes de bola adversários ou a ouvir Marques Mendes”.

Tópicos

Últimas

Do arquivo