CGTP exige salário mínimo na função pública igual ao do Manuel Pinho

Vítor Elias 2 de Maio de 2018

Arménio Carlos aproveitou o feriado do 1º de Maio para fazer compras no Pingo Doce e, calculando o que as compras lhe custariam caso não estivessem com 50% de desconto, ainda foi a tempo de exigir aumentos na função pública equivalentes ao salário bruto do Manuel Pinho, antes dos descontos e das verbas mandadas para as Ilhas Caimão. Ana Catarina Mendes veio dizer que a reivindicação era impossível de cumprir porque a própria UGT tinha exigido apenas salários iguais ao do Carlos César. Governo, CGTP e UGT chagaram a acordo num aumento para salários iguais ao do José Sócrates, consenso elogiado pelo presidente Marcelo.

Tópicos

Últimas

Do arquivo