Novo presidente cubano pondera demitir-se dada a insatisfação expressa em apenas 603 votos a favor em 604 possíveis

Mário Botequilha 20 de Abril de 2018

Miguel Díaz-Canel foi eleito ontem mas já pondera apresentar a demissão e passar a ser mariscador na Ria Formosa. O novo presidente de Cuba ficou ressentido por ter havido um deputado da Assembleia Nacional do Poder Popular que não votou na candidatura única e entende que há uma enorme clivagem política no resultado de apenas 603 votos favoráveis em 604 possíveis. Diáz-Canel passará o fim-de-semana a reflectir, vai ver o Tondela x Aves no domingo e depois diz qualquer coisa na segunda-feira.

Tópicos

Últimas

Do arquivo