Última hora: assessor jurídico do Benfica detido esta manhã pediu para ser julgado pelo juiz Rui Rangel

Mário Botequilha 6 de Março de 2018

Paulo Gonçalves foi detido esta manhã pela Polícia Judiciária. Os jornais avançam que o assessor jurídico do Benfica, muito próximo de Luís Filipe Vieira, recebeu os bons dias da PJ devido ao processo dos emails e por alegado suborno de funcionários judiciais. Gonçalves, ainda de roupão e à porta de casa, disse aos agentes policiais “quero ser ouvido pelo juiz Rui Rangel, se puder ser, se faz favor e já agora. Levem-me directamente ao tribunal da Relação de Lisboa porque à primeira instância só vão ladrões de carros e banqueiros que chegam lá de manhã e à tarde já estão em Cascais a regar o jardim, como diz a cantiga”, disse o homem.

Tópicos

Últimas

Do arquivo