Defensores do politicamente correcto passam a votar no CDS-PP que tem presidente mulher, vice-presidente gay e deputado negro

Vítor Elias 12 de Fevereiro de 2018

O CDS-PP de Assunção Cristas, Adolfo Mesquita Nunes e Helder Amaral passou a ser o partido preferido dos defensores do politicamente correcto que deixaram de encontrar representação no Bloco de Esquerda que apenas oferece uma Mariana Mortágua escarrapachada e empoderada num mota de alta cilindrada. Ainda assim, os defensores mais antigos e acérrimos do politicamente correcto apenas ponderam trocar o BE pelo CDS-PP caso o Telmo Correia troque de sexo.

Tópicos

Últimas

Do arquivo