Se for arguido, Mário Centeno sai do governo e vai ver futebol à borla exclusivamente para Bruxelas

Mário Botequilha 29 de Janeiro de 2018

O ministro das finanças já terá combinado com António Costa que, se for constituído arguido no caso dos bilhetes de borla do Benfica, sai do governo e cede o lugar a João Galamba ou ao boneco do multibanco. Centeno já sabe o que irá fazer a seguir: deixa o mundo europeu latino do Sul de vinho e mulheres e vai dedicar-se exclusivamente ao Eurogrupo e a ver bola de graça nos países do centro e Norte da UE. Contactado pelo IP, Mário Centeno remeteu todas as declarações sobre este assunto para o seu assessor de imprensa, o director de comunicação do Benfica.

Tópicos

Últimas

Do arquivo