Jorge Sampaio defende legalização de canábis para as pessoas aguentarem os seus discursos de quatro horas

Vítor Elias 11 de Janeiro de 2018

Jorge Sampaio defendeu publicamente o uso de cannabis para fins medicinais porque está ciente do extremo desconforto que os seus discursos, incluindo aquele onde defendeu o uso de cannabis para fins medicinais causam nas pessoas. O ex-Presidente da República considera que com um charro as quatro horas que ele costuma falar sobre institucionalismo constitucional, equilíbrios republicanos inerentes e semelhantes algaraviadas jurídicas passam um pouco mais depressa, apesar de admitir que o ideal para os ouvintes dos seus discursos era mesmo anestesia geral ou uma marreta na cabeça.

Tópicos

Últimas

Do arquivo