Agência de notação Fitch tira Portugal do rating lixo e mantém directora da Raríssimas no nível máximo Triple A

Mário Botequilha 15 de Dezembro de 2017

Mais dois êxitos na frente económica: depois da Standard & Poor’s, a agência de rating Fitch deve passar hoje a dívida pública portuguesa do ecoponto para o nível de investimento. Mais: Paula Brito e Costa, a maior consumidora europeia de gambas e antiga directora da Raríssimas, mantém o rating mais elevado, o AAA, e continua a ser considerada pela Goldman Sachs e Donald Trump como “a Alemanha das Avenidas Novas”.

Tópicos

Últimas

Do arquivo