Impacto brutal: com Guterres na ONU, Centeno no Eurogrupo e Durão na Goldman, influência de Portugal no mundo sobe 0,0000000001%

Mário Botequilha 6 de Dezembro de 2017

O contabilista de uma oficina auto calculou o impacto, para Portugal, de ter António Guterres como secretário-geral da ONU, Mário Centeno a presidente do Eurogrupo, Durão Barroso a servir whiskies de malte na Goldman Sachs e o actor Albano Jerónimo na série Vikings a fingir que é grego. A influência portuguesa no equilíbrio mundial deu um pulo gigantesco de cerca de
0,0000000001% no Índice Proença de Carvalho, que mede a capacidade de influenciar decisões estratégicas a partir de um telefonema para uma pessoa amiga. “Portugal está em alta. É ver o Marco Silva no Watford”, explicou o contabilista da oficina auto.

Tópicos

Últimas

Do arquivo