92% dos funcionários do Infarmed recusam ir para o Porto mas admitem aceitar se Sérgio Conceição lhes garantir que não ficam no banco

Mário Botequilha 23 de Novembro de 2017

O governo decidiu levar o Infarmed para o Porto, como se aquilo fosse um banco de jardim que ficasse bem em frente ao Castelo do Queijo, e esqueceu-se de perguntar aos funcionários se queriam ir. Ontem, reunidos em plenário, 92% deles disseram que nem por isso mas O INIMIGO auscultou uma grande parte do pessoal (duas pessoas) e sabe que até admitem rumar à Invicta desde que tenham garantias de que vão jogar e lutar pelo título. “Se o Mister Conceição garantir que eu jogo, vou. Não contem é comigo para ser o Casillas da Areosa”, disse-nos um quadro do Infarmed que já anda à procura de casa, curiosamente, na Areosa.

Tópicos

Últimas

Do arquivo