Portugal pagou 2,78 mil milhões antecipados ao FMI em vouchers de jantares no Panteão

Mário Botequilha 17 de Novembro de 2017

O ministério das finanças pagou ontem mais 2,78 mil milhões de euros do empréstimo do FMI. Mário Centeno deu um desbaste na dívida com uma ideia inovadora: meteu uns tantos vouchers de jantares e almoçaradas no Panteão num envelope e enviou-os a Lagarde. “Bom proveito. Ao domingo há cozido”, recomendou Centeno.

Tópicos

Últimas

Do arquivo