Cristiano Ronaldo tinha marcado o parto de Georgina no Panteão Nacional

Vítor Elias 15 de Novembro de 2017

Alana Martina já nasceu em Madrid, mas Cristiano Ronaldo está furioso porque tinha marcado o parto para o Panteão Nacional e, devido à polémica com o jantar da Web Summit, teve de ocorrer num hospital, como se CR7 fosse um pai comum e não o melhor jogador do mundo e a pessoa com o six-pack mais bem definido da Via Láctea. António Costa vai pedir desculpas a Cristiano Ronaldo e permitir que a festarola do baptizado seja feita no Monumento aos Combatentes do Ultramar.

Tópicos

Últimas

Do arquivo