Portugal vai juntar-se ao exército europeu mas só se os assaltantes derem tréguas e não roubarem mais equipamento

Mário Botequilha 14 de Novembro de 2017

Augusto Santos Silva anunciou que Portugal aderiu ao mecanismo com o objectivo de criar um exército europeu e que as fardas desta força deverão ser desenhadas por Joana Vasconcelos. O ministro também explicou que Portugal entra com uma força naval de um cacilheiro e meio e duas caixas de granadas, “isto caso os gatunos não resolvam surripiar o material bélico que ainda temos das sobras da guerra colonial. Se os paióis forem roubados, quanto muito, enviamos o Nuno Rogeiro equipado com um jogo Risco até aos dentes”, explicou o senhor.

Tópicos

Últimas

Do arquivo