Ex-provedor da Santa Casa, Santana Lopes acha que a liderança do PSD devia ser sorteada numa raspadinha

Vítor Elias 30 de Outubro de 2017

Santana Lopes ainda não esqueceu a passagem pela Santa Casa da Misericórdia e considerou hoje, em declarações ao IP, que a liderança do PSD devia ser raspada de um papel. Santana considera que quem raspasse as três setas do logótipo do PSD seria líder do pé-de-meia social-democrata e quem raspasse apenas duas setas e uma foice receberia dois euros para voltar a candidatar-se depois das legislativas. Rui Rio acha que a liderança devia ser discutida num teste de Alemão.

Tópicos

Últimas

Do arquivo