Basílio Horta diz que não é rico, tem é um grupo organizado de 6 milhões de euros

João Henrique 11 de Agosto de 2017

Basílio Horta teve um lapso e esqueceu-se de três zeros em duas declarações que entregou no Tribunal Constitucional em 2010 e 2011. Em oito anos ou talvez até em menos tempo, a fortuna de Basílio Horta cresceu 5.666.080 euros. Mas o Presidente da Câmara de Sintra garante que não é rico. “Não sou nenhum milionário! O que eu sei é que tenho um grupo organizado de euros. São moedinhas de 20, 50 cêntimos, 1 euro, 2 euros, notinhas de 5, 10, 20 euros, aquelas verdinhas de 100 euritos e por aí fora e que andam por aí. Não é nada de especial. Esses euritos foram crescendo naturalmente e agruparam-se de forma orgânica e expontânea à minha volta. Tudo ocorreu por osmose. Eu não fiz rigorosamente nada para que isso acontecesse, as coisas são assim. Foi apenas um fenómeno de multidões com muitos euros juntos, eles não conseguiram controlar a adrenalina. A única coisa que esses euros têm em comum é que pertencem ao meu bolso e à minha conta bancária. Eu não escolhi, o dinheiro escolheu-me. Os euros apreciam o meu magnetismo pessoal e eles escolheram ficar comigo. E os euros decidiram que todos juntos ao meu redor se sentem mais fortes, mais protegidos, mais unidos, mais felizes e com potencial para continuar a crescer e a multiplicar. Eles estão melhor comigo que se estiverem entregues a outra pessoa. Que culpa é que eu tenho disso, pá?”, defendeu Basílio.

Tópicos

Últimas

Do arquivo