Barcelona vendeu Neymar por 222 milhões de euros e foi jantar ao Made in Correeiros

João Henrique 4 de Agosto de 2017

O Barcelona é o clube que mais se queixa de jogadores traidores, mas acaba por embolsar com a transferência de Neymar 222 milhões de euros, enquanto que por Luís Figo só recebeu 60 milhões e por Ronaldo Fenómeno uns míseros 30 milhões. O Presidente Calimero do Barcelona, Josep Bartomeu, aproveitou para comemorar o negócio no restaurante mais caro do mundo: o Made in Correeiros. Quando estava a comer a grelhada mista de marisco de 500 euros, reparou que Neymar também lá tinha ido para festejar os 30 milhões de euros anuais de salário e o prémio de assinatura de 100 milhões. Ficou um ambiente tenso e desagradável. A administração ‘blaugrana’ abusou dos Cartuxa, dos CRF e dos “perzuto”. A conta não foi bonita e eles agora só voltam lá para jantar quando venderem o Lionel Messi aos chineses.

Tópicos

Últimas

Do arquivo