André Ventura preferia que Paco Bandeira tivesse cilindrado os discos dos Gipsy Kings

Mário Botequilha 21 de Julho de 2017

“Não sou racista mas perdeu-se aqui uma oportunidade.” É esta a opinião de André Ventura, candidato do PSD a Loures, que não é racista mas preferia que Paco Bandeira, em vez de destruir 50 mil CD seus com um cilindro das obras, tivesse escavacado toda a discografia dos Gipsy Kings. “Não sou racista mas estou farto que os Gipsy Kings roubem o lugar nos escaparates ao Paco Bandeira e à Maria Leal. Apesar de não ser racista, a verdade é que os Gipsy Kings não tiram senha na Segurança Social de Loures. É esta a minha opinião, apesar de não ser racista. Vota Ventura, uma pessoa que não é racista”, apela Ventura, reforçando ainda que não é racista.

Tópicos

Últimas

Do arquivo