Inquérito: portugueses não se importam que roubem armas em Tancos desde que ninguém roube o importante SIRESP

Vítor Elias 7 de Julho de 2017

O IP ouviu os portugueses e estes garante que não se importam que larápios levem armas e bombas do quartel de Tancos, desde que larápio ou terrorista algum se lembre de roubar o imprescindível SIRESP. Os portugueses acham que o SIRESP é a mais importante conquista de Abril a seguir aos poemas do Manuel Alegre e por isso trocariam alegremente todo o arsenal das Forças Armadas pela bateria do importante sistema de vigilância da SLN.

Tópicos

Últimas

Do arquivo