Decreto anti-imigração de Trump: mexicano Joaquim de Almeida tem 10 minutos para abandonar o país mas mexicana Daniela Ruah pode ficar

Mário Botequilha 7 de Fevereiro de 2017

Um tribunal federal de recurso dos EUA decide hoje o decreto anti-imigração de Donald Trump. O presidente norte-americano antecipou-se e decidiu que “aquele mexicano que já fez 500 vezes de barão sul-americano da coca, o Joaquim de Almeida, tem de se pôr a mexer. Mas estive a ver fotografias da mexicana Daniela Ruah e decidiu que essa pode cá ficar porque é uma mais-valia para o país”, explicou Trump em tweets sucessivos.

Tópicos

Últimas

Do arquivo