Ricardo Salgado explica ao juiz Carlos Alexandre que nunca poderia ter dado 20 milhões ao José Sócrates porque é um pobrezinho que vive numa cabana na Comporta

Vítor Elias 20 de Janeiro de 2017

Ricardo Salgado já foi inquirido pelo juiz Carlos Alexandre e defendeu-se dizendo que nunca poderia ter subornado José Sócrates porque toda a gente sabe que ele é um pobrezinho que vive numa cabana de madeira e palha no concelho de Grândola, algo que até já foi noticiado nos jornais. O juiz compadeceu-se dele e deixou-o partir em liberdade, dando-lhe ainda dois euros para apanhar a carreira de volta ao Alentejo.

Tópicos

Últimas

Do arquivo