Jornalistas portugueses vão atirar-se do Cabo Espichel porque não aguentam viver num mundo liderado pelo Donald Trump

Vítor Elias 19 de Janeiro de 2017

Os jornalistas portugueses que andam há meses a escrever notícias e editoriais contra Donald Trump não aguentam viver para ver a tomada de posse do milionário norte-americano e por isso fizeram um pacto suicida. Milhares de jornalistas rumam esta noite ao Cabo Espichel com velas e vão atirar-se do penhasco dizendo, “Adeus mundo cruel”, sem pagarem as dívidas e o fiado no Pabe e no Estádio do Bairro Alto. João César das Neves vai organizar uma festa em casa com direito a um mil-folhas feito com várias camadas de hóstias.

Tópicos

Últimas

Do arquivo