True Blood tuga: agentes da PJ que detiveram médico por suspeitas em negócio com sangue iam armados até aos dentes com alho, água benta e estacas de madeira

Mário Botequilha 13 de Dezembro de 2016

Foi hoje detido o antigo presidente do INEM e da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo por alegado envolvimento manhoso em negócios com derivados de sangue. As buscas abrangeram dezenas de locais e os agentes da PJ e magistrados do Ministério Público envolvidos estavam fortemente armados com o último grito da tecnologia anti-vampiros, como colares de alhos, estacas de madeira, água benta, crucifixos e fotografias de Luciana Abreu.

Tópicos

Últimas

Do arquivo