Vaticano proíbe portugueses de espalharem as cinzas do BPN

Vítor Elias 26 de Outubro de 2016

Um documento orientador da Congregação para a Doutrina da Fé, e aprovado pelo papa Francisco, proíbe a dispersão das cinzas dos falecidos na natureza. Ao que o IP apurou, a proibição inclui as cinzas de defuntos como o BPN, o BPP, o BES e a PT, que deverão ser mantidos “em local sagrado”, ou seja, na dívida do Estado. O documento foi escrito quando a Congregação para a Doutrina da Fé soube que os portugueses queriam espalhar as cinzas do BPN em Boliqueime.

Tópicos

Últimas

Do arquivo