Revisão dos submarinos custa 48 milhões mas Paulo Portas oferece-se para fazê-la de borla agora que saiu da política e tem mais tempo livre

Vítor Elias 17 de Outubro de 2016

A revisão dos submarinos vai custar ao Estado 48 milhões de euros, mas Paulo Portas, que tem uma forte ligação afectiva aos mesmos, ofereceu-se para fazê-la de borla, agora que já não tem de passar o dia todo a aturar as birras do Nuno Melo. Paulo Portas já fingiu em várias campanhas eleitorais que era um agricultor e portanto quem sabe arranjar um tractor também sabe rever um submarino. Já Assunção Cristas ofereceu-se para decora-los.

Tópicos

Últimas

Do arquivo