Vendas do Governo: Forte de Peniche vai ser um hotel e Quartel do Carmo passa a ser um parque aquático

Mário Botequilha 30 de Setembro de 2016

O PCP protestou com veemência contra a cedência a privados de 30 edifícios históricos, incluindo o Forte de Peniche, que serviu como prisão do Estado Novo. Além de responder à procura crescente dos turistas que gostam de SPA onde podem ser torturados e assassinados, o executivo também decidiu aumentar os pontos de interesse na capital, com a transformação do histórico Quartel do Carmo, que foi cercado por Salgueiro Maia no 25 de Abril para prender Caetano, num parque aquático/snack-bar/silo automóvel. Os GNR que souberem nadar podem lá ficar como nadadores-salvadores.

Tópicos

Últimas

Do arquivo